Italiana leva a melhor e vence Ana Marcela Cunha em Salvador

A etapa de Salvador do Campeonato Brasileiro de Maratona Aquática, nesta quinta-feira, recebeu visitantes ilustres. Treinando na Bahia, a seleção italiana, uma das mais fortes do mundo, participou da competição. Quarta colocada no Mundial de Kazan, Rachele Bruni venceu Ana Marcela Cunha, bronze naquela competição, na batida de mão.

Estadão Conteúdo

05 de novembro de 2015 | 14h45

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) chegou a informar que a vitória havia sido de Ana Marcela, mas reviu a decisão pelo recurso eletrônico, constatando, via imagem, que a italiana bateu na faixa de chegada centésimos de segundo à frente da baiana.

Bruni e Ana Marcela são duas das principais favoritas a subir ao pódio nos Jogos Olímpicos do Rio, no ano que vem, depois de terem sido respectivamente terceira e quarta colocadas no Mundial de Kazan. Poliana Okimoto também se classificou à Olimpíada pelo Mundial, mas está voltando de férias e não compete em Salvador.

Na prova desta sexta-feira na Bahia, Martina Grimaldi, bronze nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e prata no Mundial de 2011, terminou em terceiro lugar. A italiana, entretanto, não vai ao Rio.

No masculino, a vitória ficou com Samuel de Bona, seguido de Fernando Pontes, seu colega do Grêmio Náutico União. Frederico Vanelli, terminou em terceiro, seguido de Victor Colonese, da Unisanta, e Simone Ruffini. Os dois italianos ficaram entre os 10 primeiros do Mundial e estarão na Olimpíada.

O Campeonato Brasileiro de Maratona Aquática ainda terá uma sexta e última etapa, também em Salvador, no sábado, mas em distância de 5 quilômetros (a prova desta sexta, assim como a olímpica, foi de 10km). Ana Marcela Cunha, heptacampeã, desta vez não fez todo o campeonato e não tem chance de disputar o título, que deverá ficar com Betina Lorscheitter, do GNU. No masculino, Fernando Pontes briga com Victor Colonese.

Tudo o que sabemos sobre:
maratona aquáticaAna Marcela Cunha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.