Italiano expulso da Volta da França por doping é suspenso

Ricardo Ricco admitiu uso de EPO durante a competição; ciclista ficará afastado de qualquer atividade esportiva

EFE

31 de julho de 2008 | 13h16

O comitê olímpico italiano suspendeu nesta quinta-feira, o ciclista Ricardo Ricco, que admitiu ter consumido eritropoetina (EPO) de última geração durante a edição 2008 da Volta da França.   A expulsão do ciclista da famosa prova francesa ocorreu no último dia 18, mas só ontem ele confessou à procuradoria antidoping do comitê ter usado da substância.   Em nota, a entidade esclarece que o ciclista terá de ficar afastado de qualquer atividade esportiva. Pelo incidente, ele acabou tendo seu compromisso rescindido com a Saunier Duval - assim como o também italiano Leonardo Pielpoli, que não estava envolvido.   Mauro Gianetti, gerente-geral da equipe, justificou a medida pelo fato de ter "perdido a confiança nos ciclistas italianos".  

Tudo o que sabemos sobre:
Ricardo RiccoVolta da França

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.