WSL
WSL

Italo Ferreira e Silvana Lima vencem evento de surfe em Ubatuba

Onda do Bem foi realizado na noite desta sexta-feira e contou com surfistas e personalidades

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2020 | 00h13

Italo Ferreira foi o campeão do evento de surfe Onda do Bem, realizado na noite desta sexta-feira em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. No feminino, Silvana Lima terminou com a melhor somatória. O evento também contou com o torneio por equipes, misturando surfistas e celebridades, e o grupo liderado por Yago Dora ganhou.

Na competição masculina, Italo Ferreira derrotou na final Yago Dora, Miguel Pupo e Jdson André. Quem começou melhor foi Yago, com notas 9.33 e 5.30. Porém, Italo conseguiu ondas de 6.97 e  6.67, terminando com a melhor somatória.

O evento ainda contou com Adriano de Souza, Alex Ribeiro, Peterson Cristanto, Deivid Silva, Wiggolly Dantas, que caíram antes da final. Foram três fases: primeira rodada, semifinais e a grande final.

Entre as mulheres, Silvana Lima conseguiu somatório de 9,27 e derrotou Chloé Calmon, Karol Ribeiro, Julia Duarte e Julia Santos.

O Onda do Bem também contou com a competição entre grupos. O time Rio, liderado por Yago Dora, venceu. Fizeram parte da equipe Adriano de Souza, Julia Duarte e os atores Paulinho Vilhena e Dani Suzuki. Já o grupo Pipeline, comandado por Italo Ferreira, teve punição de três pontos por não estar com todos os competidores nos boxes.

O Onda do Bem foi a primeira competição de surfe no Brasil depois do início do coronavírus. A pandemia fez com que a WSL (Liga Mundial de Surfe) cancelasse todos os eventos que já tinha marcado no calendário da temporada.

Aos poucos, as atividades esportivas estão retornando e a entidade decidiu criar o WSL Countdown, uma contagem regressiva para o início das competições no fim do ano. Uma série de torneios regionais vêm sendo realizados, como se fosse uma pré-temporada do surfe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.