Ivanovic quase estraga festa do US Open

O US Open de 2008 não quer ser apenas o mais rico torneio do planeta - pode distribuir mais de R$ 37 milhões em prêmios, dependendo dos resultados. Numa grande jogada promocional, busca, também, ser conhecido como a maior festa do tênis mundial. Para isso preparou grandes comemorações. Para celebrar os 40 anos da "Era Aberta" - em 1968, o torneio passou a contar com tenistas tanto amadores quanto profissionais -, houve uma festa com a participação de vários ex-campeões e apresentações de bandas como Earth, Wind & Fire, numa cerimônia apresentada pelo ator Forest Whitaker. Não adianta tanta agitação, porém, se não houver estrelas em quadra. E por muito pouco a número 1 do mundo, a sérvia Ana Ivanovic, musa do esporte, de 20 anos, não estraga a festa logo na primeira rodada. Sem jogar desde Wimbledon e ainda se recuperando de uma contusão no polegar direito, ela teve de lutar muito para derrotar a russa Vera Dushevina por 2 sets a 1 (6/1, 4/6 e 6/4)."Perdi a concentração e quase deixei o jogo ir embora", disse Ivanovic, aliviada. "Por causa da dor, estava difícil até segurar a raquete."O brasileiro Thomaz Bellucci também passou para a segunda rodada, ao vencer o espanhol Oscar Hernandez por 6/3, 6/7 (5/7), 6/4 e 7/5. Agora, enfrenta o argentino Juan Martin Del Potro. Tiago Alves estreou com vitória ao superar o chileno Paul Capdeville, de virada: 4/6, 1/6, 6/1, 7/6 e 6/4. "Foi uma vitória do coração", disse Alves, que terá pela frente o suíço Roger Federer - passou sem dificuldades pelo argentino Maximo Gonzalez, por 6/3, 6/0 e 6/3. O número 1 Rafael Nadal já havia garantido lugar na segunda rodada ao vencer o alemão Bjorn Phau na estréia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.