Arquivo/AE
Arquivo/AE

Jade Barbosa fecha contrato de patrocínio com banco

Brasileira, que completa 18 anos em julho, recebe apoio do BMG e poderá continuar treinamentos no Flamengo

Agencia Estado

18 de junho de 2009 | 14h40

A ginasta Jade Barbosa recebeu uma boa notícia nesta quinta-feira, depois de uma série de problemas físicos e financeiros que a fizeram ameaçar abandonar o esporte. A atleta fechou um contrato de patrocínio de um ano com o banco BMG e poderá continuar seus treinamentos no Flamengo.

"O patrocínio do BMG é um presente", disse César Barbosa, pai da atleta. Jade completará 18 anos no dia 18 de julho. Ela teve diagnosticada neste ano uma lesão degenerativa no punho direito, o que limita seus movimentos.

"A diretoria do BMG decidiu levar seu apoio à ginasta Jade Barbosa porque acredita nela e por tudo que ela já fez pelo esporte brasileiro", disse Márcio Alaor de Araújo, vice-presidente executivo do BMG.

Sem recursos para fazer o tratamento da lesão e sem patrocínio, a ginasta chegou a vender camisetas autografadas. Contou, ainda, com a ajuda de amigos e fãs para tratar o problema.

Jade já retomou os treinamentos na trave e no solo. Mas, devido à lesão no punho, ainda não pode fazer os movimentos no salto e nas barras assimétricas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.