Sergio Moraes/Reuters
Sergio Moraes/Reuters

Jade Barbosa não se apresenta e é cortada da Olimpíada

Atleta não justificou a ausência e vinha tendo conflitos com a Confederação Brasileira de Ginástica

Valéria Zukeran - estadão.com.br,

27 de junho de 2012 | 13h38

SÃO PAULO - A ginasta Jade Barbosa foi cortada da delegação do Brasil que disputará a Olimpíada de Londres. A atleta não atendeu à convocação para reunião da equipe do país no domingo para treinos esta semana no Rio. Segundo informações da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), a atleta não justificou a ausência, mas vinha tendo conflitos com a entidade por não concordar com alguns itens de um acordo que todos os ginastas tem de assinar para participar dos Jogos.

 

Com a exclusão de Jade, a ginasta Laís Souza foi convocada como sua substituta. Gabriela Soares sentiu uma contusão e será substituída por Priscilla Cobello. As outras integrantes da lista são Daiane dos Santos, Daniele Hypolito, Ethiene Franco, Adrian Gomes, Bruna Yamamoto Leal, Harumi de Freitas e Letícia da Costa. As atividades serão coordenadas por Georgette Vidor e com a ajuda dos técnicos Adriana Alves, Irina Ilyashenko, Margarita Vatkina, Raimundo Blanco, Ricardo Pereira e Viviane Cardoso.

 

Segundo o coordenador de seleções da CBG, Klayler Mourthe, mesmo que Jade venha a concordar em assinar o acordo sagora erá difícil sua reintegração porque o trabalho final para a olimpíada já estaria comprometido. "Em alguns casos, a diferença entre a vencedora e a quarta colocada de uma competição é de décimos", explica. "A Daiane dos Santos, por exemplo, está trabalhando em alguns ajustes de sua apresentação de solo."

 

O grupo de nove atletas que está em atividade no Rio treina até o dia 7, quando serão feitos dois cortes. O grupo restante viaja para a Inglaterra e treina em Ipswich até a viagem para Londres, quando serão realizados mais dois cortes. As atletas não selecionadas, no entanto, continuarão treinando na Inglaterra como precaução para a necessidade de uma substituição de última hora por contusão das cinco integrantes do time olímpico.

 

A assessoria de imprensa de Jade informou que a atleta não havia sido notificada oficialmente do corte e só se manifestaria depois que a CBG enviasse por escrito os motivos da sua exclusão.

Mourthe confirmou as informações de que o representante de Jade Barbosa, César Barbosa, não teria concordado com alguns itens do chamado 'acordo específico' para a Olimpíada. No documento, além dos atletas se comprometerem a atender a convocações para treinos, existem algumas cláusulas de uso de uniforme com logomarcas dos patrocinadores da CBG. O supervisor não confirmou a informação de que Jade estaria se recusando a usar material esportivo com marcas as quais não tivesse patrocínio individual. "Mas realmente o representante não concordou com algumas itens. Fizemos algumas modificações mas, mesmo assim, não houve acordo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.