Jade rebate CBG e diz que não sabia detalhes da lesão

No entanto, ginasta afirma que mesmo se soubesse da gravidade da contusão teria competido em Pequim

Redação,

14 de setembro de 2008 | 14h12

A ginasta brasileira Jade Barbosa rebateu as declarações feitas pela Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) e afirmou que não sabia os detalhes da lesão que tem no punho direito antes de participar de competições como os Jogos Olímpicos de Pequim.Veja também: CBG diz que Jade só competiu porque não reclamou de dor"Não foram me passados os detalhes, mas eu competiria do mesmo jeito", declarou em entrevista ao programa Esporte Espetacular (TV Globo).Agora, após saber que o problema é grave, Jade pretende fazer o tratamento para poder voltar a competir em alto nível. No entanto, pelo menos por enquanto, ela descarta uma cirurgia. "Tenho de ser positiva", assinalou.Sobre o desempenho em Pequim, a brasileira disse que poderia sido melhor, principalmente se ela estivesse 100%. "Estava nervosa, com uma sensação ruim". Apesar de não ter conquistado nenhuma medalha, Jade chegou a três finais (individual geral, por equipes e no salto).O pai da ginasta, César Barbosa, deve entrar na Justiça com um processo contra a CBG, que teria negligenciado a lesão da atleta. A Confederação nega e afirma que Jade apenas participou das competições porque não reclamou de dores.

Tudo o que sabemos sobre:
Jade Barbosaginástica artísticaCBG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.