Jade rebate CBG e diz que não sabia detalhes de lesão

Na primeira entrevista concedida após o início da polêmica em relação a sua lesão no punho direito, a ginasta brasileira Jade Barbosa rebateu as justificativas da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) e afirmou que não sabia os detalhes da contusão antes de participar dos Jogos Olímpicos de Pequim."Não foram me passados os detalhes, mas eu competiria do mesmo jeito", declarou em entrevista à TV Globo. Agora, após saber que o problema é grave, Jade pretende fazer o tratamento para poder voltar a competir em alto nível. No entanto, pelo menos por enquanto, descarta uma cirurgia. "Tenho de ser positiva", comentou. A brasileira acredita que seu desempenho em Pequim seria melhor caso estivesse com 100% de suas condições físicas. "Estava nervosa, com uma sensação ruim". Apesar de não ter conquistado nenhuma medalha, Jade chegou a três finais (individual geral, por equipes e no salto).O pai da ginasta, César Barbosa, deve entrar na Justiça com um processo contra a CBG, que teria negligenciado a lesão da atleta. A Confederação nega as acusações e garante que Jade apenas participou das competições porque não reclamou de dores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.