Christophe Karaba/EFE
Christophe Karaba/EFE

Jadel Gregório fica longe de medalha no salto triplo

Brasileiro não vai bem na final do Mundial de Berlim; britânico Phillips Idowu garante o ouro

18 de agosto de 2009 | 14h46

O brasileiro Jadel Gregório não fez uma boa apresentação na final do salto triplo no Mundial de atletismo em Berlim, na Alemanha, e ficou longe de conquistar uma medalha nesta terça-feira. A melhor marca foi de 16,89 m, no segundo salto. Ele ainda abortou na quinta e sexta tentativas ao sentir dores no joelho e terminou apenas na oitava colocação.

Veja também:

mais imagens GALERIA DE FOTOS - Imagens do dia 4

especialMUNDIAL - Leia todas as notícias do torneio

forum QUIZ - Participe do teste sobre o Mundial

tabela CALENDÁRIO - Todos os eventos e horários

O ouro foi para o britânico Phillips Idowu, que registrou 17,73 m, a melhor marca da temporada 2009. Nelson Évora, de Portugal, vencedor da prova em Pequim, ficou com a medalha de prata (17,55 m). O bronze foi para Alexis Copello, de Cuba, com 17,36 m.

Jadel não conseguiu repetir o bom desempenho do Mundial de Osaka (Japão), há dois anos, quando conquistou a prata.

O atleta do Brasil, de 28 anos, já tem duas participações em Jogos Olímpicos. Ficou em quinto lugar em Atenas (2004) e sequer foi à final na Olimpíada de Pequim (2008). No entanto, foi ouro no Pan do Rio, em 2007, e prata no Pan de Santo Domingo, em 2003.

EXPLICAÇÃO

Após a prova decepcionante em Berlim, Jadel Gregório admitiu que nada deu certo para ele no Mundial. "Vamos continuar trabalhando mesmo assim. Este ano tivemos um atraso de treinamento devido à lesão", lamentou, em entrevista ao SporTV.

Veja a classificação final da prova:

1.° Phillips Idowu (Grã-Bretanha) - 17,73 m

2.° Nelson Évora (Portugal) - 17,55 m

3.° Alexis Copello (Cuba) - 17,36 m

4.° Leevan Sands (Bahamas) - 17,32 m

5.° Arnie David Girat (Cuba) - 17,26 m

6.° Yanxi Li (China) - 17,23 m

7.° Igor Spasovkhodskiy (Rússia) - 16,91 m

8.° Jadel Gregório (Brasil) - 16,89 m

9.° Momchil Karailiev (Bulgária) - 16,82 m

10.° Nathan Douglas (Grã-Bretanha) - 16,79 m

11.° Teddy Tamgho (França) - 16,79 m

12.° Dmitrij Valukevic (Eslováquia) - 16,54 m

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.