Jamaica deixa cinco suspeitos de doping fora do Mundial

Os atletas faziam parte da equipe de revezamento do país e não foram liberados pela federação

AE-AP, Agencia Estado

19 de agosto de 2009 | 12h48

A Jamaica decidiu deixar os cinco atletas suspeitos de doping fora da disputa do Mundial de Atletismo, em Berlim, por precaução. A Federação Internacional das Associações de Atletismo (Iaaf, na sigla em inglês) havia dito na terça-feira que não poderia impedir a presença dos jamaicanos, já que os competidores haviam sido provisoriamente absolvidos.

Veja também:

linkExames antidoping da final dos 100 m deram negativos

linkUsain Bolt passeia e se classifica para a semi dos 200 m

especialMUNDIAL - Leia todas as notícias do torneio

forum QUIZ - Participe do teste sobre o Mundial

tabela CALENDÁRIO - Todos os eventos e horários

O veredicto final do Comitê Antidoping da Jamaica será dado apenas após o encerramento do Mundial de Atletismo, que terminará no domingo. Nick Davies, porta-voz da Iaaf disse que "a notícia que tenho é que eles não vão correr. Nós ficamos sabendo agora que a Jamaica não vai inscrever estes atletas".

Os corredores suspeitos de doping são Yohan Blake, Sheri-Ann Brooks, Allodin Fothergill, Lansford Spence e Marvin Anderson. Eles iriam participar de provas de revezamento pela Jamaica e, se o doping fosse confirmado, o resultado do país caribenho seria anulado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.