Jamaicana do lançamento de disco confessa doping

Allison Randall, do lançamento de disco, foi uma das atletas da Jamaica flagradas em teste doping durante as seletivas do Mundial realizadas em junho, informou a rádio RJR 94 FM, de Kingston. Randall disputou os Jogos Olímpicos de Londres, no ano passado, mas não conseguiu chegar à final do lançamento de disco.

AE, Agência Estado

15 de julho de 2013 | 13h10

Em entrevista à rádio, Randall disse ter ficado surpresa ao receber a notificação da Comissão Antidoping da Jamaica (JADCO). "Eu não ingeri nenhuma substância proibida de forma intencional. Tenho sido cuidadosa com tudo que consumo. Estou extremamente chocada e surpresa com este incidente", afirmou a atleta. O caso ainda não foi confirmado pela JADCO.

Se oficializado, Randall se torna a terceira dos cinco atletas flagrados no doping, de acordo com revelação do jornal local The Gleaner, no domingo. Já foram confirmados os nomes dos velocistas Asafa Powell e Sherone Simpson. Ambos tiveram detectada a substância oxilofrina, estimulante proibido pela Agência Mundial Antidoping.

Os testes foram realizados durante as seletivas jamaicanas para o Mundial de Moscou, no próximo mês. Randall, dona do recorde nacional no lançamento de disco, foi a vencedora da prova na seletiva e seria a representante do país na competição a ser realizada na Rússia.

Além deles, foi confirmado o doping do norte-americano Tyson Gay, flagrado em teste realizado fora das competições. O velocista, que protagonizou bons duelos com Powell nos últimos anos, era um dos atletas mais aguardados do Mundial. Ele anunciou o teste positivo no domingo, sem revelar a substância detectada. Ele ainda terá a amostra B analisada pela Agência Antidoping dos Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismodopingJamaicaAllison Randall

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.