Wolfgang Rattay/Reuters
Wolfgang Rattay/Reuters

Jamaicana Shelly-Ann Fraser leva ouro nos 100 metros

Confira um resumo das provas no terceiro dia de competições do Mundial de atletismo de Berlim, na Alemanha

Agencia Estado

17 de agosto de 2009 | 17h45

Depois de o jamaicano Usain Bolt conquistar o ouro nos 100 metros rasos com recorde mundial, foi a vez de Shelly-Ann Fraser levar a bandeira do país caribenho ao lugar mais alto do pódio no Mundial de atletismo, em Berlim, nesta segunda-feira. Atual campeã olímpica, a velocista da Jamaica foi a mais rápida na final dos 100 metros feminino, com o tempo de 10s73, a três centésimos do recorde da competição - a norte-americana Marion Jones fez 10s70 ainda em 1999.

Veja também:

mais imagens GALERIA DE FOTOS - Imagens do dia 3

especialMUNDIAL - Leia todas as notícias do torneio

forum QUIZ - Participe do teste sobre o Mundial

tabela CALENDÁRIO - Todos os eventos e horários

Completando o domínio jamaicano nas provas mais rápidas do atletismo, Kerron Stewart ficou com a prata, fazendo a distância em 10s75, e chegando a ameaçar o ouro de Fraser nos metros finais. O bronze foi para a norte-americana Carmelita Jeter, com 10s90. Na quarta colocação, ficou Veronica Campbell-Brown, mais uma atleta da Jamaica, que tinha quatro representantes entre as oito finalistas. Ela fez os 100 metros em 10s95.

Ainda nesta segunda-feira, a brasileira Gisele de Oliveira disputou a segunda final do País em Berlim. No prova do salto triplo, porém, ela não passou da última colocação entre as 12 finalistas. Com a marca de 13,19 metros, Gisele ficou distante da cubana Yargeris Savigne, que levou o ouro. Savigne saltou 14,95 metros e conquistou o seu segundo título em Mundiais, depois de já ter vencido em 2007, no Japão.

Na prova masculina do arremesso de martelo, o esloveno Primoz Kozmus, atual campeão olímpico, confirmou o favoritismo e fez a marca de 80,84 metros para ficar com o ouro. Nos 10 mil metros, o etíope Kenenisa Bekele, bicampeão olímpico da prova, também teve mais um bom desempenho para conquistar o seu quarto título seguido em Mundiais. Além disso, com o tempo de 26min46s31, o fundista ainda bateu o recorde da competição.

Já na prova feminina dos 3 mil metros com obstáculos, a experiente espanhola Marta Domínguez, de 33 anos, surpreendeu ao ficar com o seu primeiro ouro em Mundiais. Prata nas edições de Edmonton e Paris, mas nos 5 mil metros, ela correu a distância em 9min07s32 para conquistar a medalha dourada na Alemanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.