Issei Kato/Reuters
Issei Kato/Reuters

Japão anuncia judocas para Olimpíada e deixa de fora algoz do francês Teddy Riner

Kokoro Kageura perde vaga para concorrentes mesmo depois de encerrar invencibilidade de quase dez anos do francês

Redação, Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2020 | 12h50

Uma das grandes potências do judô no mundo, o Japão divulgou nesta quinta-feira os nomes de 12 judocas que representarão o país nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em julho e agosto deste ano. Eles se juntam ao do peso pesado Akira Sone, que tem vaga garantida por ter vencido o Grand Slam de Osaka, no ano passado. O anúncio foi feito pela Federação de Judô do Japão (AJJF, na sigla em inglês) em uma entrevista coletiva no Instituto Kodokan, em Tóquio.

Uma categoria, porém, ficou para ser anunciada mais para frente. A meio-leve masculina (66kg), cuja disputa está entre o atual campeão mundial Joshiro Maruyama e o bicampeão mundial (2017 e 2018) Hifume Abe, será definida após o campeonato nacional japonês, em abril.

Entre as ausências, destaque para o pesado Kokoro Kageura (+100kg), que no início deste mês deu fim a uma invencibilidade de quase 10 anos do francês Teddy Riner ao bater a lenda do judô em pleno Grand Slam de Paris. Dois atletas que são os atuais líderes do ranking mundial também ficaram fora: Ryuju Nagayama (60kg) e Soichi Hashimoto (73kg). Nas demais categorias, foram selecionados os melhores ranqueados.

Por sediar os Jogos, o Japão já tem todas as vagas das 14 categorias individuais mais a equipe garantidas. Os demais países, contudo, precisam colocar seus atletas entre os 18 melhores do mundo em cada categoria para entrarem na zona de classificação olímpica ou contar com as vagas das cotas continentais.

A lista dos classificados fechará após a disputa do World Masters de Doha, no Catar, em maio. A equipe brasileira será anunciada nos primeiros dias de junho. Atualmente, o Brasil tem judocas na zona de classificação em todos os pesos e, consequentemente, a equipe mista.

Tudo o que sabemos sobre:
judôOlimpíada 2020 Tóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.