Japão bate Espanha no futebol; Uruguai vira contra Emirados

Cotados entre os favoritos dos Jogos Olímpicos, os espanhóis nunca haviam perdido para os japoneses

Reuters, Reuters

26 de julho de 2012 | 15h46

MANCHESTER - O Japão produziu a primeira surpresa da Olimpíada ao derrotar a Espanha, candidata à medalha de ouro, por 1 x 0 em Glasgow, na Escócia, no torneio de futebol masculino nesta quinta-feira, 26.

A Espanha, que almeja somar o título olímpico aos seus troféus mundial e europeu, terminou com 10 homens após a expulsão do meia-atacante Iñigo Martínez pouco antes do intervalo, sem ter reagido ao gol de Yuki Otsu aos 34 minutos.

O Uruguai, outro candidato a subir ao pódio em Londres, precisou virar o jogo para superar os Emirados Árabes Unidos por 2 x 1 em Manchester.

Nas outras partidas, Marrocos e Honduras empataram em 2 x 2 e México e Coreia do Sul ficaram no empate sem gols.

Outras partidas serão disputadas na tarde desta quinta-feira, entre elas o Brasil contra o Egito e a anfitriã Grã-Bretanha contra o Senegal.

Os espanhóis, cotados entre os favoritos para repetir seu sucesso olímpico de 1992, quando levaram o ouro como país-sede em Barcelona, nunca haviam perdido para os japoneses em qualquer faixa etária. O resultado foi o mais impressionante do Japão desde que derrotou o Brasil nos Jogos de Atlanta em 1996.

Com a vitória, o time de Takashi Sekizuka lidera o Grupo D, já que Marrocos e Honduras dividiram os pontos.

A Espanha entrou com um time forte, que incluiu três jogadores vencedores da Eurocopa no início do mês -- Juan Mata, Jordi Alba e Javi Martínez.

Embora os espanhóis tenham tido a maior parte da posse de bola, o Japão se manteve firme na zaga, e poderia ter vencido por um placar maior se tivesse finalizado melhor, especialmente nos últimos momentos.

O placar foi inaugurado quando a defesa espanhola se atrapalhou com um escanteio, permitindo a Otsu, que joga no Borussia Moenchengladbach, abrir caminho e tocar fora do alcance do goleiro David de Gea, do Manchester United.

Em seguida o Japão se beneficiou da falta de Kensuke Nagai, causada por Iñigo Martínez, punido com um cartão vermelho do árbitro norte-americano Mark Geiger.

O Marrocos também saiu com um a menos depois que o zagueiro Zakarya Bergdich foi expulso a 19 minutos do final.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.