Japonês de 19 anos corre os 100m em 9s87 e é o asiático mais veloz da história

O mundo do atletismo conheceu um novo fenômeno na noite de sábado, em Austin, no Texas (EUA). Com apenas 19 anos, o japonês Yoshihide Kiryu se tornou o asiático mais rápido da história ao vencer uma competição amistosa de 100 metros com o tempo de 9s87. A marca não vale para o ranking mundial porque teve assistência de vento acima do permitido, mas é a mais veloz já cronometrada para um asiático

Estadão Conteúdo

29 Março 2015 | 11h54

Mais do que o tempo em si, feito com vento a favor de 3,3 m/s, impressiona o desempenho do garoto que faturou o bronze no Mundial Júnior do ano passado, em Oregon, também nos Estados Unidos. Isso porque, na história, não há casos de velocistas orientais que sequer se aproximaram da velocidade mostrada por Kiryu neste sábado.

Como comparação, o atual recorde asiático é de 9s93, feito pelo catariano Femi Ogunode no ano passado. Só em 2010 um atleta de pele clara quebrou a barreira dos 10 segundos: o francês Christophe Lemaître. O recorde sul-americano é de Robson Caetano, que correu para 10s00 na Cidade do México, em 1988.

O vento superior ao limite de 2,0 m/s impede que a marca de Kiryu consiste em novo recorde mundial júnior, mas deixa a marca de 9s87 deixa clara a possibilidade de ele superar os 9s97 feitos por Trayvon Bromell no ano passado. O norte-americano, aliás, também deu show em Austin, ganhando a final universitária com 9s90. O vento, entretanto, também estava a 3,3 m/s.

BRASILEIROS - Diversos brasileiros competiram nos Estados Unidos no sábado. Em San Diego, Jucilene Lima venceu no dardo com 60,31m, enquanto Fernanda Borges foi a melhor no disco (61,29m) e Izabela Rodrigues ganhou no peso (15,26m). Nenhuma delas, entretanto, superou o melhor desempenho delas do ano passado.

Na mesma cidade, mas na San Diego State University, o 4x100m feminino ganhou com 44s14, mas com apenas uma titular: Ana Cláudia Lemos, que foi acompanhada de Bruna Farias, Thaissa Presti e Vanusa dos Santos. Na prova individual, Ana Cláudia venceu com 11s39.

Mais conteúdo sobre:
atletismo Yoshihide Kiryu

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.