Japonês de 71 anos é o mais velho a conquistar os 'sete cumes'

Tomiyasu Ishikawa bate o recorde do alpinista espanhol Ramón Blanco, que conseguiu o feito aos 70 anos

27 de janeiro de 2008 | 09h00

O alpinista japonês Tomiyasu Ishikawa tornou-se, aos 71 anos, o homem mais velho a escalar os pontos mais altos dos sete continentes, batendo o recorde do espanhol Ramón Blanco - que conseguiu o feito aos 70 anos e oito meses de idade -, segundo informou neste domingo a agência japonesa Kyodo. Ishikawa, natural da província nipônica de Aichi, alcançou o cume do monte Vinson Massif, nas Antártica, de 4.897 metros, no dia 21 de janeiro, o último de sua lista de conquistas.  Em 2002, quando tinha 65 anos, Ishikawa escalou o Everest, de 8.848 metros, recorde que posteriormente foi superado por outros alpinistas japoneses mais velhos, o último deles em maio de 2006, foi Katsusuke Yanagisawa, que chegou ao ponto mais alto do planeta aos 71 anos, dois meses e dois dias.  Além do Everest e do Vinson Massif, os outros cumes são: o Aconcágua na América do Sul, o McKinley, na América do Norte, o Elbrus, na Europa, o Kilimanjaro, na África, e o Carstensz, na Oceania.  Ishikawa, presidente da associação de alpinistas da província de Aichi, nasceu no dia 11 de novembro de 1936.

Tudo o que sabemos sobre:
Tomiyasu Ishikawaalpinismorecorde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.