Lavandeira Jr./EFE
Lavandeira Jr./EFE

Japonês vence marcha de 20km e Caio Bonfim é 13º no Mundial de Atletismo

Brasileiro não repete bom desempenho conseguido no Mundial de 2017, quando terminou com a medalha de bronze

Redação, Estadão Conteúdo

04 de outubro de 2019 | 21h04

Em prova disputada sob condições adversas, com altas temperaturas e umidade relativa do ar, o brasileiro Caio Bonfim foi o 13º colocado na disputa da marcha atlética de 20 quilômetros no Mundial de Atletismo, que está sendo realizado em Doha, no Catar. O japonês Toshikazu Yamanishi faturou a medalha de ouro.

Caio Bonfim havia sido o terceiro colocado dessa prova no Mundial de 2017, mas não conseguiu repetir o desempenho nesta sexta-feira. O brasileiro terminou o quinto quilômetro apenas em 27º lugar, foi ganhando algumas posições, mas até por ter sido punido, tendo sido obrigado a ficar parado por dois minutos, não conseguiu uma recuperação expressiva.

Assim, o brasileiro terminou a disputa da marcha atlética com o tempo de 1h31min32, na 13ª posição. Já Moacir Zimmermann ficou em 39º lugar, completando a prova em 1h44min16.

Soberano desde a metade da prova, o japonês Toshikazu Yamanishi faturou a medalha de ouro com as marca de 1h26min34. Ele teve 15 segundos de vantagem para o russo Vasily Mizinov, que compete como atleta neutro, pois o seu país está punido pela IAAF. Já o sueco Perseus Karlstrom completou o pódio, em terceiro lugar, com desvantagem de 26 segundos para o campeão.

Com o forte calor, vários atletas abandonaram a prova. O que mais chamou a atenção e assustou a quem acompanhava a disputa foi o alemão Nils Brembach, que chegou a desmaiar, mas passa bem. Superando as condições adversa, Yamanishi garantiu o segundo ouro do Japão no Mundial, sendo que o outro havia sido na prova de 50km, com Yusuke Suzuki.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.