Jeff Haynes/REUTERS
Jeff Haynes/REUTERS

Jeremy Lin quer exclusividade do termo 'Linsanity'

Jogador do NY Knicks mostra o que aprendeu na faculdade de economia de Harvard

O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2012 | 03h08

ORLANDO - O jogador do New York Knicks Jeremy Lin mostrou que está disposto a colocar em prática os ensinamentos aprendidos na faculdade de economia de Harvard. O atleta de ascendência taiwanesa entrou com um pedido para ter direito exclusividade do uso do termo 'Linsanity', inventado pelos torcedores do time de Nova York promovendo uma fusão de seu sobrenome e a palavra insanidade.

Motivos não faltam para tal investimento. Em Taiwan, os torcedores têm feito fila para comprar as camisas oficiais com o nome do jogador e seu número, o 17.

Tudo o que sabemos sobre:
basqueteNBA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.