Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Joanna Maranhão pode treinar nos EUA

A pernambucana Joanna Maranhão pode mudar para a Flórida, nos Estados Unidos, para estudar e treinar natação, no início de 2005. Neste sábado, o técnico Nuno Trigueiro, que trabalha com a atleta desde dezembro de 2003, revelou que ela tem convite de equipes norte-americanas."Eles, inclusive, já conversaram com ela aqui", afirmou Trigueiro, que está em Indianápolis para o Mundial de piscina curta (25 metros). O treinador confirmou também que tem sido difícil para Joanna o isolamento de se preparar sozinha, em Recife.Joanna ainda não tem uma decisão final, mas Nuno Trigueiro acha que a tendência é que ela mude mesmo para a Flórida. "Foi o ano todo eu e ela, treinando sozinhos. Isso gera um desgaste enorme. Eu até pensei, quando ela treinar em Recife, em fazer um revezamento entre os clubes para a Joanna nadar com outros atletas", disse o treinador.Joanna fez excelente temporada em 2004, incluindo a façanha de ser 5ª colocada nos 400 metros medley da Olimpíada de Atenas, com o recorde brasileiro (4m40s00). Há 56 anos, desde Piedade Coutinho (6ª colocada nos Jogos de Londres, em 1948), uma mulher brasileira não ia a uma final olímpica.

Agencia Estado,

09 de outubro de 2004 | 13h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.