Joanna Maranhão vai à semifinal e salva dia da natação

Brasileira terminou a sua série no sétimo lugar; Kaio Marcio e Leonardo de Deus não se classificaram

AE, Agência Estado

30 de julho de 2012 | 07h16

LONDRES - Joanna Maranhão não conquistou índice olímpico para os 200 metros medley, mas foi inscrita nesta prova pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos. E a decisão da CBDA acabou sendo acertada. A brasileira sofreu uma queda no banho no sábado, cortou o supercílio, e não conseguiu nadar os 400 metros medley, única prova que tinha índice. Mas, nesta segunda-feira, voltou à piscina do Centro Aquático de Londres e surpreendeu ao conseguir uma vaga na semifinal dos 200m medley.

A brasileira terminou a sua série, a terceira mais fraca da manhã, no sétimo lugar. Outras 16 nadariam e ela precisava torcer para que não mais do que nove fossem melhor do que ela. E a torcida deu certo. Certa de que não iria à semifinal, a brasileira até deu entrevista lamentando o resultado, que acabou por colocá-la entre as oito melhores do mundo.

Maranhão chegou a Londres apenas com o 55.º melhor tempo do ano. E, mesmo nadando 21 centésimos acima do que havia feito em fevereiro, conseguiu avançar à semifinal, com o tempo de 2min14s26. A mais rápida foi a chinesa Shiwen Ye, de 16 anos, grande revelação dos Jogos de Londres até aqui.

DECEPÇÃO

Nos 200 metros borboleta, Kaio Marcio Almeida e Leonardo de Deus chegaram a Londres com o nono e o décimo melhores tempos do mundo, respectivamente. Mas eles não conseguiram passar sequer à semifinal, terminando as eliminatórias em 17.º e 21.º, respectivamente.

Os dois passaram os primeiros 50 metros da quarta bateria nadando junto com o japonês Takeshi Matsuda. Kaio ainda se manteve entre os três primeiros até a última virada, mas aí cansou e despencou para o quinto lugar, com 1min56s99. Leonardo de Deus foi ainda pior. Ele fez o pior tempo tanto da terceira quanto da última passagens e terminou apenas no sétimo lugar, com 1min58s03.

Entre os 37 nadadores que participaram das eliminatórias, o melhor foi o austríaco Dinko Jukic, que venceu a quinta e última bateria com 1min54s79. O jovem de 23 anos foi seguido por outros garotos: o norte-americano Tyler Clary (23), o sérvio Velimir Stjepanovic (8) e o sul-africano Chad le Clos (20).

Dono do melhor tempo do ano e favorito à medalha de ouro, Michael Phelps terminou em terceiro na última bateria e com o quinto tempo geral: 1min55s53. Os japoneses Kaneda e Matsuda e o húngaro Cseh também passaram à semifinal, que acontece a partir das 16h30.

200 METROS LIVRE FEMININO

Na manhã desta segunda-feira, só mais uma outra prova de natação em Londres. E a mais rápida das eliminatórias dos 200m livre foi a italiana Federica Pellegrini, atual campeã mundial e olímpica da prova. Ela marcou 1min57s16 e foi seguida pelas norte-americanas Allison Schmitt e Missy Franklin. As semifinais também acontecem à tarde (de Londres).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.