Satiro Sodré/Divulgação
Satiro Sodré/Divulgação

João Gomes Jr é pego no doping e Brasil pode perder medalhas

Especialista no nado peito, nadador participou da conquista de três medalhas de ouro no Mundial de Doha em piscina curta

O Estado de S. Paulo

19 de janeiro de 2015 | 19h24

O nadador João Gomes Junior, especialista no nado peito, foi pego em exame antidoping durante o Mundial de Natação em piscina curta (25 metros), disputado em Doha (Catar), em dezembro passado. Segundo informações do SporTV, o atleta do Pinheiros utilizou um diurético.

Gomes Junior, de 28 anos, ajudou o Brasil a conquistar três medalhas de ouro no torneio, em que o País foi campeão e fez a melhor campanha da história. O nadador participou das eliminatórias dos revezamentos - 4 x 50 m medley masculino, 4 x 100 m medley masculino e 4 x 50 m medley misto - e de duas provas individuais (50 m e 100 m peito), nas quais não chegou ao pódio. 

Os atletas que não disputam as finais também são considerados medalhistas e, por isso, se o nadador foi punido, a seleção brasileira pode perder as medalhas. Assim, o País cairia do primeiro para o quinto lugar na classificação geral.

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) não confirmou oficialmente o resultado positivo do atleta e indicou o contato do advogado da entidade, Marcelo Franklin, que não atendeu ao contato da reportagem. O Pinheiros, clube do nadador, informou por meio de sua assessoria de imprensa não ter sido comunicado do caso de doping.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.