Matt Detrich/ USA Today Sports
Matt Detrich/ USA Today Sports

Joelma tem suspeita de lesão muscular e não deve mais correr no Pan

Brasileira demorou para ser atendida na prova dos 400m rasos

NATHALIA GARCIA, enviada especial a Toronto, O Estado de S. Paulo

23 de julho de 2015 | 00h06

Os Jogos Pan-Americanos acabaram mais cedo para a brasileira Joelma das Neves. Nesta quarta-feira, a atleta abandonou a prova dos 400 metros rasos e deixou a pista de cadeira de rodas. De acordo com Cristiano Laurino, médico da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), há uma suspeita de lesão muscular na coxa esquerda, na região adutora.

"Joelma apresentou uma dor súbita na largada, sem nenhum antecedente de dor, seja nos treinamentos em York ou mesmo na área de aquecimento", conta. A atleta será submetida a novos exames na manhã desta quinta-feira para saber a gravidade da contusão e definir os próximos passos. "A princípio, do ponto de vista clínico, ela está fora do revezamento 4x400m, a menos que ela tenha uma melhora muito surpreendente e o exame não revele nada", afirma o médico.

Em competições internacionais, a organização do evento é responsável pelo transporte dos atletas lesionados até o local de atendimento médico. O socorro para Joelma demorou a chegar, mas Cristiano explicou que nada podia fazer. "A condução até a área específica é função da organização da prova, nós não temos como opinar ou interferir. Começamos esse processo de avaliação a partir de quando o atleta é retirado da pista."

E o médico reconhece a importância de um pronto atendimento. "Normalmente os atendimentos são mais rápidos justamente porque existe preocupação com a saúde do atleta. Quanto mais rápido e de forma mais adequada, melhor para todos."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.