Justin Ford/USA Today
Justin Ford/USA Today

Jogador de críquete leva bolada e fica em estado crítico

Australiano corre risco de morte após ser atingido na cabeça enquanto tentava rebater no jogo contra o New South Wales

Estadão Conteúdo

25 de novembro de 2014 | 15h52

Um jogador australiano de críquete está internado na cidade de Sydney e corre risco de morte depois de levar uma bolada durante uma partida do campeonato de elite do país nesta terça-feira. Phil Hughes tentava uma rebatida durante o confronto entre South Australia e New South Wales quando foi atingido violentamente na cabeça.

Mesmo usando o capacete e todos os equipamentos necessários para a segurança, a força do impacto gerou graves lesões na cabeça de Hughes. O jogador foi imediatamente encaminhado para o Hospital St. Vincent, nas cercanias do estádio onde ocorria a partida, e foi submetido rapidamente a uma cirurgia. Ainda assim, o estado de saúde dele é extremamente delicado.

"Ele subsequentemente passou por cirurgia e permanece em situação crítica no Unidade de Terapia Intensiva do hospital", declarou o médico do South Australia, time onde joga Hughes, Peter Brukner. "A menos que haja mudanças significativas, não haverá maiores atualizações sobre sua condição até amanhã (quarta)."

Hughes, que completará 26 anos em cinco dias, foi encaminhado de helicóptero para o hospital. No momento em que recebeu a bolada, ele colocou as mãos no joelho, mostrando claramente que não se sentia bem, e segundos depois do impacto desabou com o rosto no chão, já desmaiado. Diante do desespero de jogadores e árbitros, a equipe médica entrou em campo para prestar os primeiros socorros ao australiano, que recebeu respiração boca a boca antes de ir para o centro médico.

O caso gerou comoção em toda a Austrália e pessoas ligadas ao esporte já se manifestaram sobre o caso. "Ele é um grande batalhador e um grande jovem", escreveu o técnico da seleção de críquete do país, Darren Lehmann, no Twitter. "Os pensamentos estão com meu companheirinho Hughes e sua família. Ele é um lutador e um campeão e vai sair dessa. Estou rezando por você, amigo", afirmou o jogador da seleção, David Warner, na mesma rede social.

Tudo o que sabemos sobre:
críquetePhil Hughes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.