Jogador de críquete segue em estado grave após bolada na orelha

Mesmo usando capacete, Phillip Hughes foi violentamente atingido; atleta do South Australia passou por cirurgia e rodada foi suspensa

Estadão Conteúdo

26 de novembro de 2014 | 11h45

Mais de 24 horas depois de ser atingido por um bola na orelha, o jogador de críquete australiano Phillip Hughes permanece em situação crítica na UTI de um hospital de Sydney. O médico da equipe de South Austrália, Peter Brukner emitiu comunicado nesta quarta afirmando que Hughes passou por diversos exames durante a manhã no Hospital St. Vincent e que a sua condição não foi alterada.

Hughes segue em coma induzido em Sydney após ter passado por cirurgia de emergência na terça-feira. "O estado de Phillip permanece inalterado e continua grave", explicou Brukner. Toda a rodada do Campeonato Australiano foi suspensa e as imagens do acidente rodaram o mundo nas últimas horas. Parentes e amigos do jogador fazem vigília no hospital.

Phil Hughes tentava uma rebatida durante o confronto entre South Australia e New South Wales quando foi atingido violentamente na altura da orelha esquerda. Mesmo usando o capacete e todos os equipamentos necessários para a segurança, a força do impacto gerou graves lesões na cabeça de Hughes.

Hughes, que completará 26 anos em quatro dias, foi encaminhado de helicóptero para o hospital. No momento em que recebeu a bolada, ele colocou as mãos no joelho, mostrando claramente que não se sentia bem, e, segundos depois do impacto desabou com o rosto no chão, já desmaiado.

Diante do desespero de jogadores e árbitros, a equipe médica entrou em campo para prestar os primeiros socorros ao australiano, que recebeu respiração boca a boca antes de ir para o centro médico.

Tudo o que sabemos sobre:
críquetePhillip Hughes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.