Jogador de rúgbi é punido por 29 anos após chutar cabeça de rival

Cipriano Martínez, pilar direito do Pucara, tem pena aplicada pela União de Rúgbi de Buenos Aires

Estadão Conteúdo

21 de abril de 2016 | 10h56

Um jogador argentino de rúgbi que aplicou um chute na cabeça de um rival em jogo recente foi suspenso por 29 anos pelas autoridades do esporte, disse o presidente do clube Pucara, onde jogava o atleta punido. A pena aplicada a Cipriano Martínez, pilar direito do Pucara, foi aplicada pela União de Rúgbi de Buenos Aires (URBA), explicou Eduardo Bernadello, dirigente do clube. "Recebemos a notificação oficial da sanção a Cipriano. São 1.508 semanas, algo como 29 anos", disse o funcionário aos jornalistas. "Estamos de acordo com a sanção, e até mesmo o Pucara já o havia banido pela vida toda para qualquer atividade relacionada com o rúgbi dentro do clube".

Martínez, de 25 anos, aplicou um chute na cabeça do segunda linha do San Albano, Juan Masi, durante um jogo em 2 de abril que ambos os clubes da zona sul da Grande Buenos Aires disputaram pelo Grupo 1 do torneio da URBA. Martínez, que mais tarde se desculpou por sua ação, foi expulso, enquanto Masi não sofreu graves problemas de saúde, apesar do golpe. 

As imagens que puderam ser vistas na televisão e nas redes sociais mostram como Martínez chuta, com o seu peito do pé direito, a face de Masi, quando o jogador de San Albano tentava se levantar do solo depois de disputar a bola em uma formação de jogo.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.