Jogadores admitem o abatimento em campo

Os jogadores do São Paulo admitiram que o abatimento da equipe pela eliminação da Libertadores para o Fluminense influenciou no empate por 1 a 1 com o Coritiba. "A gente tenta não lembrar, mas é algo recente, não tem jeito. A equipe sentiu demais", afirmou Jorge Wagner. "Tivemos a chance de mostrar que estávamos recuperados, mas não conseguimos."O mesmo discurso adotou o zagueiro Alex Silva. "É duro para esquecer, foi muito doloroso, mas poderia ter sido pior, poderíamos ter perdido hoje (ontem)", admitiu o defensor.Para Jorge Wagner, o São Paulo precisa reagir imediatamente. A próxima partida será o clássico contra o Santos, no domingo, na Vila Belmiro. "Vamos ter uma semana para esquecer. Temos que reagir o mais rápido possível", alertou o jogador. "É o momento de colocar nossa cabeça no lugar, se unir. Só nós podemos sair desta situação."O artilheiro Borges - que estaria sendo sondado por clubes do Leste europeu - aproveitou o gol para desabafar. "Estou no São Paulo há um ano e meio, fiz 24 gols e ainda não sou titular", afirmou. "Quando fico fora, respeito meu companheiro. Mas ninguém faz 24 gols à toa, espero fazer ainda muitos mais. Fico feliz de ter voltado e com o gol."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.