Jogadores, agora, dizem torcer pelo Palmeiras

Andrés Sanchez disse, no domingo, que prefere perder um título a torcer pelo São Paulo. Já com o arquirrival Palmeiras a coisa parece diferente. Ontem, os jogadores do clube não tiveram nenhum constrangimento em revelar torcida pelo Alviverde diante do líder Fluminense, no domingo. Para motivar os rivais, até elogiaram os garotos que vão atuar.

Fábio Hecico, O Estado de S.Paulo

25 de novembro de 2010 | 00h00

"Eu acredito sim (no Palmeiras). Se fosse reserva no Corinthians e tivesse uma oportunidade dessa, queria mostrar, dar meu máximo para seguir no ano que vem", afirmou o atacante Dentinho. "Mas primeiro temos de fazer nossa parte, para depois secar bastante o Fluminense", endossou. Mas em qual dos dois jogos acha que os cariocas têm mais chance de tropeçar? "Contra os dois e vamos esperar contra os dois, mas tem a tal da rivalidade. Se não der agora, vamos torcer para o Guarani ir bem na penúltima rodada para na última ter chance de escapar do rebaixamento (diante do Fluminense, no Engenhão)."

Bruno César também seguiu a linha de que dá, sim, para confiar nos reservas do Palmeiras. "O time do Palmeiras está mesclado, mas o elenco é muito bom. O Felipão vem dando oportunidade para os garotos e é hora de eles mostrarem. Acho que eles vão querer aproveitar e, se fizermos nossa parte, chegaremos na última rodada sem depender dos outros", discursou o meia. "Creio que o pessoal do Palmeiras vai querer mostrar serviço para um dia ser valorizado. E têm de saber que a oportunidade passa uma vez."

O Palmeiras vem jogando com seus reservas há algum tempo no Brasileiro. Felipão chegou a ironizar na segunda-feira, sobre se teria jogo no domingo. Mesmo assim, os corintianos contam com o profissionalismo dos arquirrivais para voltar ao topo da tabela e jogar por suas forças diante do Goiás no Serra Dourada, dia 5. "Claro, a gente fica um pouco receoso, vocês viram o Flu contra o São Paulo como foi resultado", alfinetou Bruno César.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.