Jogadores agradecem apoio da torcida

Fragilidade dos chineses fica em segundo plano para os atletas da seleção que elogiaram os pernambucanos

RECIFE, O Estado de S.Paulo

11 de setembro de 2012 | 03h04

Aplaudidos pelos pernambucanos, jogadores da seleção ressaltaram a importância do apoio da torcida e a força de vontade do time diante de um adversário fraco, sem tradição, como mostrou a China, ontem, no Recife.

"Essa é a conexão que tem que existir. Sem eles (torcedores) a gente não pode melhorar. Com eles tudo pode melhorar. Essa é a conexão que eu falei que faltou em São Paulo. Não é uma crítica aos paulistas", disse o lateral Daniel Alves.

Hulk disse que o importante foi a força de vontade do time, mesmo diante de um adversário frágil. "Valeu pela determinação de todos. Todo mundo correu, não teve bola perdida. Isso foi o principal do jogo."

Programação. Após os jogos contra a Argentina, dia 19, em Goiânia, e em 3 de outubro, em Resistência, interior do país vizinho, a seleção fará pelo menos mais dois amistosos este ano. No dia 16 de outubro, o adversário será o Japão, na Polônia.

Até a estreia na Copa das Confederações, a seleção poderá fazer oito amistosos. Mano pretende, a partir de agora, reduzir significativamente as experiências. Ele está convicto de que já tem a maioria do grupo com o qual pretende contar para a competição do ano que vem, e ainda para a Copa do Mundo.

"Temos de ter a equipe pronta para a Copa das Confederações. É o prazo limite para a seleção estar pronta para a Copa do Mundo. Vamos direcionar para um número menor de convocados", disse o treinador.

No entanto, a partir de agora, jogadores experientes, tantos os que já testou como alguns que ainda não convocou, deverão ter mais oportunidades. "Todos sabem que o nosso objetivo é o melhor possível. Se eles (os jogadores mais velhos) merecerem e a seleção precisar, serão chamados." / P.G. e A.L.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.