Jogadores aliviados após a vitória

Na véspera do jogo contra o Japão, Felipão deixou claro que um tropeço na abertura da Copa das Confederações seria terrível. Por isso mesmo, os jogadores respiraram aliviados depois da vitória por 3 a 0 sobre os campeões da Ásia. Com toda certeza, eles treinarão bem mais felizes hoje e jogarão com mais confiança contra o México, na quarta-feira, em Fortaleza.

MATEUS SILVA ALVES / BRASÍLIA , ENVIADO ESPECIAL , O Estado de S.Paulo

16 de junho de 2013 | 02h03

"É lógico que dá alívio a vitória. Em uma competição curta, é importante começar vencendo", disse o atacante Hulk, que ressaltou o fato de o triunfo ajudar a ganhar pontos com a exigente torcida brasileira. "Lógico que a vitória conta para conquistarmos os torcedores. Não poderíamos nem imaginar um tropeço no primeiro jogo."

Ganhar o coração da torcida é mesmo uma prioridade para a seleção de Felipão, mas isso só vai acontecer ser o time vencer sempre, de preferência com um futebol bonito. Coisa que o zagueiro David Luiz sabe muito bem. "O que eu quero é sempre poder mostrar para eles que estamos dando o máximo", comentou. "Nem sempre é possível conquistar a vitória, mas estamos nos sacrificando, lutando muito, e é sempre muito prazeroso quando a gente consegue agradar à nossa gente."

Quem melhor resumiu o sentimento da equipe brasileira com a vitória foi o meia Oscar, que não é muito de fazer longos discursos e, por isso, foi direto ao ponto: "A estreia não poderia ter sido melhor. Foi do jeito que a gente queria."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.