Marcio Fernandes/ Estadão
Marcio Fernandes/ Estadão

Seleção de basquete culpa fadiga por sufoco contra os dominicanos

Brasil jogou contra os Estados Unidos há cerca de doze horas

MARCIO DOLZAN, Enviado Especial a Toronto, Estadão Conteúdo

24 de julho de 2015 | 17h58

A difícil vitória do Brasil sobre a República Dominicana na semifinal masculina do torneio de basquete masculino dos Jogos Pan-Americanos de Toronto passou pelo cansaço e pela superação de alguns erros na partida. A fadiga foi apontada pelos jogadores e os erros, pelo técnico Rubén Magnano.

"Doze horas depois de um jogo com os Estados Unidos, você joga uma semifinal, no quarto dia seguido... Eu confesso para você que eu estava morto. E eu não estou jogando minutos como o Augusto ou o Benite, mas sem dúvida a fadiga está sendo sentida", disse o ala-pivô JP Batista, após o triunfo por 68 a 62.

Segundo JP, esse vai ser mais um obstáculo na disputa pelo ouro diante de Estados Unidos ou Canadá - as duas seleções brigam pela outra vaga na decisão no início da noite desta sexta. "Nessa hora (final) é mais coração. Tem que ter coração, porque o corpo já vai estar no limite."

Já o técnico Rubén Magnano, apesar de reconhecer o cansaço dos atletas, não quis saber de desculpas. "Não quero que isso seja uma justificativa porque um erra ou joga mal. Acho que o Brasil hoje (sexta) não jogou tão bem como vinha jogando", avaliou. "Mas nos momentos vitais conseguimos fazer as coisas que estamos acostumados a fazer e por isso vencemos."

Apesar dos erros, o treinador demonstrou estar satisfeito com a seleção até aqui no Pan. "Agora temos a prata. Amanhã (sábado) eu não sei. Já cumprimos a metade do objetivo com essa prata, vamos ver se conseguimos os outros 50%. Para mim, é um orgulho. Com essa ambição e objetivo nós trabalhamos e vem dando certo. Vamos ver como termina essa história."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.