Jogadores da NBA desfalcam seleção masculina no Pan

O armador Leandrinho Barbosa, do Phoenix Suns, deixou claro nesta quinta-feira que os atletas que atuam na liga norte-americana de basquete não serão liberados por seus clubes para jogar o Pan do Rio, em julho, e talvez nem para o Pré-Olímpico, em agosto. Além dele, deve ficar de fora Anderson Varejão, do Cleveland Cavaliers - Nenê Hilário, do Denver Nuggets, tem dito não às convocações há algum tempo.Leandrinho acha que times da NBA temem por contusões dos jogadores e não têm certeza de que receberiam os seguros. ?Tem obstáculos. Acho difícil eu ir para a seleção. Os times têm a preocupação por causa de lesões e problemas com os seguros. Concordo que o Pan não vale nada [em termos de classificação] para o basquete, mas torço para dar tudo certo no Pré-Olímpico [de Las Vegas, valendo vaga para a Pequim-2008].?O armador, que vem sendo um dos destaques de sua equipe, disse não ter conhecimento sobre como ?a história do seguro? chegou aos EUA. Após o Mundial Feminino, em setembro do ano passado, a pivô Alessandra denunciou que o grupo jogou sem seguro saúde. ?Nem sabia dessa história da Alessandra e não sei como chegou o assunto, mas chegou e acho que é por isso que eles não estão querendo liberar os jogadores?, observou Leandrinho.Em nota oficial, a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) informou que paga os seguros. ?Na convocação, é enviado um ofício para a NBA que informa o valor que deverá ser pago a uma empresa dos EUA. Assim que recebe o valor, faz o depósito.?Leandrinho confirmou que o seu seguro e o de Varejão estavam pagos no Mundial do Japão, em 2006, quando a equipe ficou num vexatório 19.º lugar. ?De outros acho que não, mas não sei qual foi o acordo feito com cada um.?O jogador disse ainda que ninguém da CBB o procurou, pessoalmente, para falar da seleção e da temporada de 2007. ?Encontrei o Manteiga [Luiz Antônio Rodrigues, superintendente técnico] com o filho, passeando em Atlanta, mas ele não falou nada de seleção?, comentou. A entidade disse que iniciou os contatos com os atletas em dezembro, por ofício.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.