Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Jogadores dizem que amistosos vão fortalecer a seleção brasileira

Os 23 atletas convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari se apresentam na próxima segunda-feira

Almir Leite, O Estado de S. Paulo

20 de maio de 2014 | 12h52

SÃO PAULO - Os jogadores da seleção brasileira avaliaram como importantes passos na preparação da equipe para a Copa do Mundo a realização de dois amistosos antes do início do torneio. Para eles, os compromissos vão ajudar o time a chegar embalado para a competição. "O objetivo principal está chegando e quanto mais preparação você tiver é melhor", afirmou o lateral-direito Daniel Alves, em São Paulo, durante evento realizado pela Gillette.

O grupo de 23 jogadores convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari se apresenta na próxima segunda-feira e iniciará a preparação para a Copa do Mundo na Granja Comary, em Teresópolis (RJ). E a equipe fará dois amistosos, contra o Panamá, em 3 de junho, no Serra Dourada, e diante da Sérvia, em 6 de junho, no Morumbi.

Para o volante Paulinho, as partidas vão contribuir para deixar o grupo da seleção ainda mais concentrado para a Copa do Mundo. "Quando você tem grandes desafios e precisa de uma preparação muito grande, esses jogos ajudam a dar aos jogadores uma concentração e, por isso, eles são importantes", disse.

Já o meia Oscar destacou a importância do Brasil ter grandes atuações nesse jogos para subir o seu nível de jogo visando o Mundial. "Espero que a seleção faça dois grandes jogos para chegar bem ao nosso grande objetivo, que é a Copa", comentou.

Após os dois amistosos, a seleção brasileira fará a sua estreia na Copa do Mundo em 12 de junho, quando enfrentará a Croácia, em São Paulo. Depois, a equipe vai encarar o México, no dia 17, no Castelão, e Camarões, no dia 23, no Mané Garrincha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.