Gonzalo Alfaro/EFE
Gonzalo Alfaro/EFE

Jogadores do Brasil denunciam racismo no Peru

Ofensas foram dirigidas ao zagueiro Juan e ao atacante Diego Maurício. CBF estuda fazer protesto na Conmebol

Wagner Vilaron, O Estado de S.Paulo

26 de janeiro de 2011 | 00h00

O comportamento da torcida peruana será monitorado com atenção por integrantes da comissão técnica da seleção brasileira sub-20. A determinação partiu da direção da CBF, que não gostou de saber que atletas do time comandado pelo técnico Ney Franco têm sido vítimas de ofensas racistas durante os jogos válidos pelo Sul-Americano sub-20. O hexagonal final da competição, que definirá os dois países classificados para Londres 2012, e os quatro que representarão o continente no Mundial da categoria, marcado para julho, na Colômbia, começa na segunda-feira.

Os brasileiros passaram por dois constrangimentos. O primeiro ocorreu na estreia, quando a equipe venceu o Paraguai por 4 a 2 e teve como alvo o zagueiro Juan. A situação se repetiu no domingo, em Moquegua, no empate por 1 a 1 com a Bolívia. Dessa vez, o protagonista foi o atacante Diego Maurício. Em ambos os casos, um pequeno grupo de torcedores imitou som de macacos cada vez que os atletas tocavam na bola. "Ficamos muito tristes com uma situação como essa", afirmou Diego.

As informações obtidas pela delegação servirão de base para uma representação que a CBF deve encaminhar nos próximos dias à Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol). Se as manifestações persistirem, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, pretende oficializar protesto. Em nota publicada no site oficial, a CBF indica que acompanha o caso com atenção. "O presidente Ricardo Teixeira determinou ao supervisor da seleção, Guilherme Ribeiro, que apure o episódio em que houve manifestação de racismo de parte da torcida tendo como alvo o jogador Diego Maurício", diz o primeiro trecho. "De posse dessas informações que comprovem o episódio, o presidente acionará o Departamento Jurídico para que sejam tomadas providências."

Veja também:

linkBrasil fecha a primeira fase com vitória sobre o Equador: 1 a 0

linkApós convocação, Mano acompanha a seleção sub-20

linkNey Franco elogia volante e espera dureza no hexagonal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.