Jogadores do País desfalcam seus clubes na quarta

Atletas que atuam em times brasileiros viajam hoje à noite para a Europa e só voltam para casa na madrugada de quinta

O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2012 | 03h04

Os jogadores que atuam no Brasil e irão participar do amistoso da seleção contra a Bósnia embarcam hoje à noite para a Suíça, em voos desde o Rio e São Paulo, via Frankfurt, na Alemanha. As exceções são Dedé e Lucas. O vascaíno só viaja amanhã à noite, depois de defender o Vasco na decisão da Taça Guanabara, contra o Fluminense. O são-paulino, que jogará amanhã à tarde, vai ter de sair correndo de Presidente Prudente, a tempo de pegar, em Cumbica, o avião que o levará ao encontro da seleção. Ele terá de se apresentar na Suíça até as 20 horas de segunda-feira, véspera do jogo.

Os santistas Neymar, Ganso e Rafael e o flamenguista Ronaldinho Gaúcho chegam amanhã à noite a Saint Gallen, local da partida contra os bósnios. Os atletas que atuam na Europa só se apresentam na segunda-feira, dia do único treino em solo suíço - Lucas está obrigado a chegar a tempo desse treinamento.

Como o retorno ao Brasil só ocorrerá na madrugada de quinta-feira, o trio do Santos perderá o jogo do dia anterior com o Guarani, pelo Campeonato Paulista. Flamengo e Vasco também não terão Ronaldinho e Dedé nas partidas contra Boavista e Bonsucesso, respectivamente, válidas pela primeira rodada do segundo turno do Campeonato Carioca.

Mas o São Paulo, que tanto esperneou por causa de Lucas, poderá, se quiser, utilizá-lo no jogo de quinta-feira contra o Guaratinguetá.

Pelo menos no restante do primeiro semestre, o risco de a seleção prejudicar os clubes por causa das convocações de Mano Menezes é pequeno. Mesmo assim, existe. Isso porque o Brasil tem um amistoso marcado para 26 de maio, contra a Dinamarca, na Alemanha. Três dias antes serão disputadas as partidas de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Nessa época, o Campeonato Brasileiro vai estar em suas rodadas iniciais.

A seleção fará em seguida um giro pelos Estados Unidos, com amistosos dias 30 de maio e 3 e 9 de junho (leia ao lado). No dia 13, serão realizados os jogos de ida das semifinais da Copa do Brasil, mas o intervalo é suficiente para que os eventuais convocados por Mano que estejam envolvidos na competição nacional se reapresentem a seus clubes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.