Jogadores vão buscar tranquilidade em Itu

Sem Felipão e contra a crise, o Palmeiras adotou uma tática que quase nunca era utilizada pelo ex-treinador: sair de São Paulo e se refugiar no interior. Em busca de um pouco de paz, o grupo alviverde viajou ontem para Itu e ficará lá até sexta-feira, quando vai para Florianópolis - no sábado, o confronto é contra o Figueirense, que também luta contra o rebaixamento.

O Estado de S.Paulo

19 de setembro de 2012 | 03h04

Os treinos em Itu, no entanto, não serão totalmente liberados para a imprensa. O interino Narciso promete fazer mistério na escalação para tentar acabar com a má situação da equipe, que vem de três derrotas consecutivas no Brasileiro.

"O time vai para Itu para se fortalecer", afirmou o zagueiro Maurício Ramos. "É bom o grupo estar junto. Aqui (em São Paulo) cada um vem treinar e depois vai para sua casa. Lá é diferente."

O zagueiro fala com confiança do futuro do time. Nem gosta de ouvir em rebaixamento. "Misericórdia, nem me fala em cair porque não vamos cair", afirmou. "E as pessoas vão ter de nos engolir no final do campeonato."

Para Maurício, está faltando sorte ao Palmeiras neste momento. E um pouco mais de tranquilidade em campo. "Temos um elenco bom, mas infelizmente as coisas não estão dando certo."

Narciso espera ter em Itu justamente esta tranquilidade que tem faltado ao time em São Paulo. Paz para trabalhar, sem a pressão da torcida.

"Sabemos que o torcedor está no limite com a gente, mas nós também não conseguimos dormir", disse Maurício.

Punição? O árbitro do jogo contra o Corinthians no domingo, Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, relatou na súmula ter sido ofendido por Luan e que a torcida do Palmeiras atirou objetos no gramado do Pacaembu. O clube, assim, pode ser punido com base no Art. 213 do Código Desportivo Brasileiro, que prevê multa e perda de mando de campo. Luan também pode ser suspenso. / D.A.B.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.