Jogo da Liga Americana de Hóquei tem público recorde de 105.491 espectadores

Sob muita neve e 11 graus negativos, Toronto supera Detroit em Michigan

O Estado de S. Paulo

02 de janeiro de 2014 | 14h09

DETROIT - No tradicional Winter Classic, realizado sempre no primeiro dia do ano, o Toronto Maple Leaf, do Canadá, enfrentou o Detroit Red Wings no estádio Ann Arbor, em Michigan. Nem mesmo os termômetros marcando 11 graus negativos e a quantidade de neve que caía sobre o rink montado ao ar livre intimidaram os torcedores, que viram a equipe visitante vencer por 3 a 2. A Liga Americana de Hóquei registrou recorde de público com 105,491 espectadores.

Desde o início, a equipe de Detroit começou partindo para a ofensiva, mas o Maple Leafs soube se defender e suportou bem a pressão. A neve que caía em Michigan atrapalhou os jogadores e a partida teve de ser interrompida. Logo no início o Red Wings desperdiçou duas boas oportunidades com Bernier salvando a meta canadense.

A primeira chance da equipe de Toronto se deu logo após falha de Abdelkader. Preciso, Howard conseguiu evitar o gol. Sem grandes oportunidades de marcar, o Red Wings chegou mais vezes ao ataque e imprimiu o seu ritmo, e levou vantagem nas finalizações: 4-3. Momentos antes do fim do primeiro período, a equipe de Toronto perdeu boas chances de abrir o contador em chutes com Phil Kessel, defendido pelo goleiro Jimmy Howard e com Riemsdyk, que mandou o disco na rede pelo lado de fora.

No segundo período, com as equipes mais acostumadas às condições, o jogo ganhou movimentação. Não demorou para o marcador ser aberto. Zetterberg se desmarcou, ficou livre pela direita e tocou para Alfredson, que fez 1 a 0 para o time de Detroit. Logo depois, o Red Wings quase ampliou. Pavel Datsyuk perdeu grande oportunidade, ao mandar o disco sobre a rede canadense. O Toronto não se intimidou e quase igualou a partida em lance de Jake Gardiner, mas Jimmy Howard salvou o Red Wings. Em seguida, em lance confuso, Riemsdyk, que investia as melhores jogadas do Toronto, aproveitou a oportunidade após assistência de Kessel e Phaneuf, para deixar tudo igual.

VIRADA

No terceiro período, o Toronto continuou atacando e foi construindo a virada.  Após receber passe de Bozak, Phaneuf chutou de longe para marcar 2 a 1 para o Maple Leafs. Mesmo perdendo, Zetterberg, Glendening e Miller continuaram atacando e não deram descanso ao arqueiro do time canadense. Após a virada, o Toronto soube se segurar e valorizar o placar, quase sem atacar. Porém, a surpresa veio após jogada de Brendan Smith pelo lado direito do ataque, com Justin Abdelkader bem posicionado para empatar o confronto.

Com o resultado igual para os dois lados, e pouca movimentação no overtime, o jogo foi para a disputa de pênaltis. Na primeira rodada, destaque para os goleiros que conseguiram defender as cobranças dos primeiros cobradores de cada equipe. Na segunda cobrança da equipe de Detroit, Datsyuk acertou o gol, mas Lupul, do Toronto também acertou. Na sequência, Tatar cobrou mal e facilitou a defesa de Bernier. Bozak converteu a terceira cobrança de Toronto e garantiu a vitória do Winter Classic ao Maple Leafs.

Tudo o que sabemos sobre:
esporteshockeynhl

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.