Jogo das Estrelas é marco na despedida do Yankee Stadium

Estádio do time de Nova York recebe pela última vez o jogo festivo em momento nostálgico para os torcedores

AP

14 de julho de 2008 | 15h21

Mariano Rivera nunca esquecerá suas primeiras experiências no Yankee Stadium, casa do time de beisebol de Nova York. Era 1995 e o que mais lhe causou impacto foi o setor atrás do jardim esquerdo com as lendas dos Yankees, Babe Ruth, Mickey Mantle, Joe DiMaggio e Lou Gherig. "Eu sentava no banco e pensava no que eles passaram neste mesmo lugar", disse Rivera. "É algo muito especial ter jogado no mesmo estádio que eles. Foi quando me dei conta do quão sortudo eu era".O Yankee Stadium, cenário do Jogo das Estrelas (All-Star Game) nesta terça-feira, passa por seu último ano de existência. Os Yankees de Nova York estão nos retoques finais de um novo estádio que construíram a poucos metros ao norte do estádio que ocuparam durante 85 anos no Bronx (bairro da cidade).Ele foi testemunha de inumeráveis episódios intermináveis, como o emotivo discurso de Gherig, os três home Runs de Reggie Jackson em um mesmo jogo da World Series e até uma luta de boxe entre Joe Louis e Max Schmeling. Como soldado dos Yankees, o panamenho Rivera também conquistou seu espaço entre os maiores da equipe e junto de seu colega Derek Jeter estará em seu nono Jogo das Estrela."Quando soube que o Yankee Stadium ia ser a sede do Jogo das Estrelas, eu me jurei que por nada neste mundo iria perder esta chance", comentou Jeter.O arremessador não é o único. Treze dos últimos 14 jogos já tem a abundante lotação esgotada. Os preços oficiais das entradas para o Jogo das Estrelas serão os mais caros da história, com os assentos oscilando entre US$ 525 (R$ 838) e US$ 725 dólares (R$ 1.158). Será a quarta vez que o Yankee Stadium será anfitrião do jogo e a primeira desde 1977. O novo estádio, que tem uma fachada réplica da anterior, tem um custo estimado de US$ 1,3 bilhão de dólares (cerca de R$ 2 bilhões) e contará com todo tipo de coisas, incluindo um Hard Rock Cafe em seu interior. Porém, nem tudo serão lembranças. Terão que disputar um jogo e este mesmo terá a importância de determinar a equipe que começará como mandante na próxima World Series.Este fator influencia. Desde 2003, as equipes da Liga Americana detém o recorde de 8 vitórias e duas derrotas nas duas primeiras partidas do clássico de outono e saíram campeãs em três destes cinco anos.Também é questão de orgulho para a Liga Nacional, ansiosa em colocar fim a uma seqüência de 11 partidas sem vencer e conseqüentemente silenciar a insistência de que o lado Americano é superior.

Tudo o que sabemos sobre:
beisebolMLBNova York Yankees

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.