Jogo entre Agassi e Becker é adiado para domingo

Com fortes dores nas costas, que o impediram de treinar e até andar de carro, Andre Agassi ganhou mais um dia para recuperar-se antes de enfrentar o alemão Benjamin Becker pela 3ª. rodada do US Open. Graças ao furacão Ernesto, que levou muita chuva e ventos constantes para Nova York, a partida que pode marcar a despedida do tenista norte-americano teve de ser transferida para este domingo, bem como toda a rodada deste sábado, inclusive do feminino.A situação de Agassi complicou-se ainda mais depois do épico encontro diante de Marcos Baghdatis. Após 3h48 em quadra o deixaram em estado preocupante. Por isso, voltou a aplicar injeção de anti-inflamatório, mas não pôde mais usar a cortisona, que tem um limite de aplicações. Nos últimos quatro anos, Agassi já passou por dez sessões de aplicações de cortisona, segundo informou seu preparador físico Gil Reyes. A última foi na madrugada de terça-feira, depois de sua partida de estréia diante de Andrei Pavel. Agora, para recuperar-se teve de usar outro tipo de medicamento. O tenista foi atendido pelo médico do torneio, Brian Hailine. Apesar do adiamento dos jogos, o público em Flushing Meadows ainda teve um pouco de diversão. De repente entraram na quadra central Andy Roddick e Maria Sharapova para treinar. Os dois continuam falando que são apenas bons amigos. O encontro esteve festivo, com música alta, gritaria da torcida e ao final distribuição de bolinhas sendo jogadas pelas raquetadas de Roddick e de Mardy Fish. Atualizado às 19h28

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.