, O Estado de S.Paulo

07 de dezembro de 2010 | 00h00

Clube oferece salário de Neymar a R. Oliveira

O Santos está disposto a jogar pesado para contratar Ricardo Oliveira. A oferta de salário igual ao de Neymar e Elano, de aproximadamente R$ 500 mil mensais, pode fazer com que o atleta troque o Morumbi pela Vila Belmiro. O contrato do atacante com o São Paulo termina este mês, mas o Tricolor tenta renová-lo com o Al Jazira, dono dos direitos federativos do jogador. Madson foi emprestado ao Atlético-PR por um ano, o meia Breitner vai para o Figueirense e Marcel deve ir para o Vasco. Os garotos Wesley Santos, Jefferson e Renan foram emprestados ao Santo André.

COPA DOS CAMPEÕES

Rubin Kazan busca vaga diante do Barça

O Rubin Kazan enfrenta o classificado Barcelona, no Camp Nou, em busca de uma vaga nas oitavas da Copa dos Campeões. O time russo briga com o Copenhague, que recebe o Panathinaikos. Rubin soma 6 pontos, um a menos que o Copenhague.

TÉCNICO DO PRESIDENTE

Irã sonha com Maradona no comando da seleção

O presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad, revelou o seu desejo de ter Diego Maradona no comando da seleção iraniana. Segundo Ahmadinejad, o interesse vem desde 2008.

NÚMEROS

14 a 0

foi o placar da vitória da seleção brasileira feminina sobre a Venezuela no Campeonato Mundial de Futsal, na Espanha. O Brasil volta à quadra hoje para enfrentar Portugal.

2

atletas, um homem e uma mulher, serão premiados hoje à noite, num hotel da zona oeste do Rio, como os melhores atletas paraolímpicos do País em 2010. Os ganhadores foram escolhidos pelo público em votação.

BOXE

Brasil x Argentina no Baby Barioni

O médio-ligeiro Patrick Teixeira, de 19 anos, terá o maior desafio de sua carreira, no Ginásio Baby Barioni, hoje, às 20h30, quando subir ao ringue para enfrentar o argentino Dario Matorras. Invicto, com 14 lutas e 13 nocautes, o pugilista, que é treinado pelo ex-boxeador Edson Xuxa do Nascimento, vai entrar nos principais rankings mundiais se alcançar novo triunfo. O adversário é perigoso: 13 vitórias (7 nocautes) e 1 derrota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.