Jogos de Inverno: nenhum caso de doping até agora

O Comitê Olímpico Internacional (COI) revelou nesta segunda-feira que até agora não foi detectado nenhum caso de doping nos Jogos de Inverno, disputados desde a última sexta, em Turim, na Itália. Foram realizados 161 exames antidoping e todos deram negativo. Inclusive, já estão liberados 4 dos 12 atletas que estavam sob suspeita.Os 12 atletas do esqui foram suspensos preventivamente por 5 dias, na semana passada, porque seus exames de sangue apontaram alta taxa de hemoglobina. Como não é só doping que pode causar isso, eles teriam que passar por novos testes para ver se era uma reação normal do organismo. E foi o que já aconteceu com 4 desses esquiadores, comprovando serem inocentes - os outros devem fazer o mesmo nos próximos dias, antes de suas competições.Suspensos preventivamente na quinta-feira, a alemã Evi Sachenbacher , o bielo-russo Aleksandr Latsukin e os norte-americanos Kikkan Randall e Leif Zimmermann são os 4 esquiadores que fizeram novos exames e foram liberados, após a verificação de que a hemoglobina voltou ao nível normal em seus organismos. Assim, eles poderão competir já nesta terça-feira.Na luta contra o doping, o COI pretende realizar cerca de 1.200 testes antidoping nos Jogos de Turim e está utilizando várias estratégias para flagrar as irregularidades - inclusive, exame-surpresa. Dois fiscais, por exemplo, fingiam ser torcedores na Vila Olímpica até abordarem o bicampeão olímpico Hermann Maier na semana passada. Depois, se identificaram e colheram amostras de sangue e urina dele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.