Jogos de Inverno: suspeita de doping na delegação austríaca

A delegação austríaca que disputa os Jogos de Inverno, em Turim, na Itália, está sob suspeita de doping. Na verdade, uma seqüência de fatos misteriosos levantaram a polêmica sobre a equipe olímpica da Áustria.Segundo informações de uma TV austríaca, fiscais italianos teriam encontrado cerca de 100 seringas e 30 pacotes de drogas, incluindo remédios para asma e antidepressivos, durante uma batida na concentração da Áustria no sábado. Também teriam achado material para controle antidoping e transfusões de sangue.Além disso, dois atletas da equipe austríaca de biatlo abandonaram os Jogos e voltaram para casa após a inspeção na concentração. Um deles, Wolfgang Perner, chegou a dizer que estava indo embora porque tinha medo de ser preso - na Itália, o doping é crime e pode levar à prisão. Outro fato misterioso com a delegação austríaca aconteceu com o técnico Walter Mayer, que já esteve envolvido em caso de doping. Em Turim, ele foi acusado de tentar fugir de uma barreira policial. Depois, a Federação de Esqui da Áustria anunciou que ele será internado num hospital psiquiátrico. Enquanto isso, os atletas austríacos estão conseguindo boa performance nas provas dos Jogos de Inverno em Turim. Até agora, foram 14 medalhas conquistadas, com 6 de ouro, 5 de prata e 3 de bronze, ocupando o terceiro lugar na classificação por países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.