Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Jogos Pan-Americanos de Toronto encerram com grande festa

Cerimônia contou com shows de Kanye West e Pitbull

Marcio Dolzan, enviado especial a Toronto , O Estado de S. Paulo

26 de julho de 2015 | 23h04

Com um show repleto de luzes e cor, e que explorou a multiculturalidade do continente, os Jogos Pan-Americanos de Toronto foram encerrados oficialmente na noite deste domingo. A cerimônia contou ainda com as apresentações da cantora canadense Serena Ryder e dos norte-americanos Kanye West e Pitbull. Agora, Toronto espera pelos Jogos Parapan-Americanos, que começam no próximo dia 7 de agosto.

A festa também marcou o início oficial do ciclo de preparação para os Jogos de Lima, no Peru, em 2019. Uma apresentação artística típica do país da América do Sul, imagens de Machu Picchu e até a representação de uma lhama, animal que habita as cordilheiras, também foram vistas no palco.

A cerimônia praticamente lotou o Rogers Centre - estádio com teto retrátil e capacidade para até 55 mil pessoas - e encerrou oficialmente uma competição em que o Brasil cumpriu a meta estabelecida pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) de terminar entre os três primeiros no quadro de medalhas. O País ficou exatamente no limite de seu objetivo, em terceiro, atrás dos Estados Unidos - a principal força esportiva do continente - e dos anfitriões, Canadá.

"Todos os que estivemos aqui temos certeza de que Toronto está orgulhosa dos Jogos que organizou", declarou Ivar Sisniega, vice-presidente da Organização Desportiva Pan-Americana (Odepa), antes de declarar oficialmente encerrados os Jogos de 2015. Na sequência, as bandeiras da Odepa e do Comitê Olímpico Internacional (COI) foram arriadas. E a do Peru, que sediará os Jogos de 2019, foi hasteada.

DELEGAÇÃO BRASILEIRA

Diferentemente da cerimônia de abertura, as delegações dos países entraram sem necessariamente seguir uma ordem alfabética. Parte da do Brasil, por exemplo, apareceu por primeiro. Uma bandeira do Rio Grande do Sul foi estendida em meio ao desfile brasileiro.

 A porta-bandeira do País no encerramento foi a volante Formiga. Ela ficou sabendo que seria a responsável por conduzi-la na manhã deste domingo, menos de um dia após ter conquistado sua terceira medalha de ouro em quatro participações nos Jogos Pan-Americanos como atleta da seleção feminina de futebol. Capitã do Brasil em Toronto, Formiga era a atleta mais experiente do grupo e teve participação fundamental na conquista. Na decisão com a Colômbia, foi autora do primeiro dos quatro gols.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Pan-Americanos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.