Jonathan e Elano viram problema para clássico

O Santos pode ter saído de Barueri com perdas maiores do que os dois pontos que deixou de ganhar no jogo com o São Caetano. O lateral-direito Jonathan e o meia Elano foram substituídos durante a partida por contusão e passaram a ser dúvida para o clássico com o São Paulo, domingo.

, O Estado de S.Paulo

27 de janeiro de 2011 | 00h00

Elano saiu reclamando de dores no pé direito depois de chutar o chão. Jonathan jogou apenas o primeiro tempo, pois reclamou de dores na virilha esquerda. Ambos serão submetidos a exame de ressonância magnética hoje. O meia disse não ser nada grave. Robson, que levou pancada na perna esquerda, é outro que pode ficar fora do clássico. Adriano também se contundiu.

O técnico Adilson Batista considera que as contusões contribuíram para o tropeço do Santos. "Tivemos três trocas que não estavam no planejamento.""

Ele garante não ter sido surpreendido com o jogo pelo alto do São Caetano. "A bola parada deles é forte e a gente sabia. Se você sai para o ataque, dá condições para o adversário. Às vezes fica um jogo aberto"", analisou.

Adilson, porém, preferiu ver virtudes dos jogadores adversários a falhas de seus atletas nos gols do time do ABC: "O primeiro gol, de escanteio, foi mérito de Artur. No segundo, foi uma boa bola do Luciano Mandi, que sobressaiu ao Léo na jogada e ajeitou para o Vandinho e, no terceiro, a gente teve a chance de marcar, mas erramos e eles fizeram no contra-ataque"".

O lateral-esquerdo Léo, porém, não escondeu as falhas. "Não podemos pecar como hoje. Sabemos que é início de temporada, mas precisamos ter mais atenção"", reconheceu.

O experiente jogador pondera que não é momento de achar culpados. "Não adianta culpar a defesa, pois a desatenção foi de todos"", afirmou Léo. O goleiro Rafael, que mais uma vez teve atuação irregular, alternando excelentes defesas com algumas falhas, também pediu tranquilidade. "Estávamos bem, mas levamos os gols. Não podemos achar que está tudo errado.""

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.