Atlético-PR/ Divulgação
Atlético-PR/ Divulgação

Jonathan prevê dificuldade grande e pede Atlético-PR 'inteligente' em 1ª final

Lateral destaca que a equipe brasileira irá decidir em casa, por isso, conquistar um bom resultado no primeiro duelo contra o Junior Barranquilla é fundamental

O Estado de S.Paulo

04 Dezembro 2018 | 16h58

A experiência do lateral-direito Jonathan é um dos suportes do time do Atlético-PR para o primeiro jogo da decisão da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira, às 22h45 (horário de Brasília), no Estádio Metropolitano Roberto Meléndez, na Colômbia.

Aos 32 anos, Jonathan soma 61 partidas em Libertadores e Sul-Americana disputadas com as camisas de Atlético-PR, Santos e Cruzeiro. "Isso ajuda bastante. Mas cada jogo tem uma história e, como vamos decidir em casa, precisamos ser inteligentes nesta primeira partida aqui na Colômbia", destacou o jogador, em declarações reproduzidas pelo site oficial do Atlético-PR, depois de o time brasileiro ter desembarcado em solo colombiano na madrugada desta terça-feira. "Vamos encontrar uma dificuldade muito grande. É uma equipe que nunca enfrentamos, mas já pudemos ver algumas coisas."

Jonathan atuou em oito jogos do Atlético-PR nesta edição da Sul-Americana. Foram sete vitórias e apenas uma derrota. O time rubro-negro eliminou Newell’s Old Boys, da Argentina, Peñarol, do Uruguai, Caracas, da Venezuela, Bahia e Fluminense.

"Cada adversário tem uma característica diferente. Mas não tenho dúvidas de que estamos preparados. Não chegamos nesta final à toa. Agora esperamos conquistar esse título, para premiar toda essa jornada brilhante e para coroar esse nosso bom ano."

Esta será a segunda final continental do Atlético Paranaense, que esteve também na decisão da Libertadores de 2005, quando perdeu para o São Paulo. "Jogar uma final de Sul-Americana, que é um torneio muito importante no nosso continente, é uma coisa de grande prestígio para nós. Todos os jogadores estão valorizados e com um título entraremos na história do clube. Temos essa oportunidade e precisamos aproveitar", disse Jonathan.

Além de finalista da Copa Sul-Americana, o Junior Barranquilla está na decisão do Campeonato Colombiano. "Temos de respeitar bastante a equipe do Junior, que tem excelentes jogadores. Temos de ter muita humildade. A euforia fica por conta da torcida e nós jogadores temos de manter a cabeça no lugar", afirmou o lateral atleticano.

Nesta terça-feira, o elenco fará o reconhecimento do gramado no estádio da partida desta quarta. Na sequência, Tiago Nunes comandará o último treinamento para o duelo.

Depois de se enfrentarem na Colômbia, Atlético-PR e Junior Barranquilla voltam a medir forças próxima semana, no dia 12, em Curitiba, na Arena da Baixada. Na decisão da Sul-Americana, o gol qualificado (marcado como visitante) não é utilizado como critério de desempate.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.