Divulgação
Divulgação

Jones rompe silêncio e acusa Sonnen de não ter 'alma de campeão'

Luta faz parte do card do UFC 159, marcado para dia 27 de abril, nos Estados Unidos

O Estado de S. Paulo

17 de abril de 2013 | 13h14

SÃO PAULO - Um dos principais lutadores de MMA, Jon Jones esquentou o pega que terá com Chael Sonnen ao fazer duras críticas ao adversário. Foi uma das primeiras vezes que Jones se manifestou sobre a luta. Jones acusou Sonnen de usar esteroides em algum  momento da carreira. As acusações também respingam na própria categoria. "Sonnen não tem alma de campeão", disse o campeão da categoria dos meio-pesados do UFC.

"Todos sabem que Chael Sonnen usou esteroides durante toda a carreira, e é provavelmente por isso que a testosterona dele é baixa. Não acho que isso é o coração ou a atitude de um campeão, então foi isso que eu quis dizer quando afirmei que ele não tem alma de campeão", disse Jones ao programa de TV UFC Tonight. Tudo isso começou quando Sonnen apanhou de Anderson Silva no UFC 117. A partir daquele momento, o lutador americano revelou que sofre de hipogonadismo,que seu corpo produz níveis de testosterona abaixo do esperado. Para combater o problema, Sonnen foi autorizado pelos organizadores do MMA a repor testosterona (TRT) no organismo.

Jon Jones sabe que vai enfrentar um oponente forte, com qualidade no boxe. Mas se diz preparado para a luta. "Não estou preocupado com os dons de Sonnen. Ele é um lutador incrível, tem um boxe muito bom, adora o wrestling e tem sido muito bem sucedido com isso. Posso dizer que estou muito confortável com o que estou me preparando para enfrentar. Eu não diria que nada me preocupa. Estou pronto para ir lá, reagir, ser instintivo, dar o meu melhor e tentar fazer o que faço no octógono."

TUDO PRONTO

Os lutadores se enfrentarão no UFC 159, marcado para o dia 27 de abril. O evento será em Newark, nos Estados Unidos.

Tudo o que sabemos sobre:
UFCMMAJon JonnesSonnen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.