Jorge Henrique não entrega os pontos e diz que vai jogar

A piscadinha é o sinal de que ele está confiante. Mesmo com os médicos reticentes, Jorge Henrique voltou para São Paulo esbanjando fé de que não perderá, por nada, o jogo decisivo de quarta-feira, no Pacaembu.

O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2012 | 03h10

"Agora é repousar bastante, fazer tratamento intensivo. Tem uma semana para cuidar ainda, vou me dedicar e tocar para frente que se Deus quiser estarei pronto", afirma o atacante, que deixou o campo ainda na primeira etapa, sentindo uma fisgada na coxa direita. "Acho que não foi nada grave porque eu saí do jogo e não deixei agravar", diz.

Ontem, ele já caminhava sem mancar. Hoje, faz um exame para detalhar qual a gravidade da lesão. "Olha, é uma lesão preocupante, fisgada na coxa demora para tratar. Mas ainda não está vetado", ressalta o médico Júlio Stancati. Caso não possa jogar, Romarinho, Liedson e Willian são as opções. / F.H. e R.R.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.