Jorginho celebra vitória, mas admite que Vasco poderia ter mais facilidade

O técnico Jorginho ficou satisfeito com mais uma vitória do Vasco na Série B do Campeonato Brasileiro, na noite de sábado, mas admitiu que o triunfo vascaíno sobre o Tupi poderia ter sido mais tranquilo, em São Januário.

Agência Estado, Estadão Conteúdo

22 de maio de 2016 | 10h46

"Estou feliz por mais uma vitória, estamos em primeiro lugar, completamos 29 jogos sem derrota e todas as questões táticas vamos tratar durante a semana. Tivemos bons momentos no jogo. Infelizmente, poderíamos ter feito mais, ter sido um jogo de 3 a 0", comentou o treinador.

"A gente não estava desorganizado, vi minha equipe arrumada, mais uma vez. Claro que tivemos uma mudança, a saída do Andrezinho e a entrada do Evander, que muda muito. Mas não queríamos recuar e conseguimos nosso objetivo que era a vitória", afirmou, ao atribuir o placar simples à alteração no setor ofensivo.

O único gol da partida foi marcado em cobrança de falta de Nenê. Luan completou a jogada para as redes, ainda no primeiro tempo. Para Jorginho, os lances de bola parada têm sido a principal arma do Vasco nas últimas partidas.

"Hoje em dia, com certeza, mais de cinquenta por cento dos gols são feitos de bola parada. É muito grande o porcentual e temos que trabalhar isso sempre. A equipe foi decisiva no momento certo. Tínhamos alguns jogadores com mais de 1,80m e sempre aproveitamos este fator nas partidas", afirmou o técnico.

Com vitórias nas duas primeiras partidas, o Vasco desponta como um dos líderes da Série B. Tem os mesmos seis pontos que o Atlético-GO, mas maior saldo de gols.

Tudo o que sabemos sobre:
JorginhoVascoSão JanuárioNenêLuan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.