Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

José Maria Marin convida Lula para assistir aos jogos do Brasil

Presidente da CBF tem relação distante e apenas protocolar com o governo federal

AE, Agência Estado

12 de junho de 2013 | 19h17

SÃO PAULO - Presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador Local da Copa de 2014 (COL), José Maria Marin tem uma relação distante e apenas protocolar com o governo federal - especialmente com a presidente Dilma Rousseff. Diante disso, ele parece tentar uma aproximação com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem visitou nesta quarta-feira, em São Paulo, para convidá-lo a assistir aos jogos do Brasil na Copa das Confederações.

Acompanhado de Marco Polo Del Nero, vice-presidente da CBF e presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Marin esteve nesta quarta-feira no Instituto Lula, em São Paulo. Durante o encontro, o cartola convidou o ex-presidente para ir aos estádios torcer pelo Brasil na Copa das Confederações, começando pela estreia deste sábado, contra o Japão, em Brasília - as assessorias dos dois não confirmam se ele aceitou o convite para acompanhar o jogo.

"Estamos felizes em convidar o ex-presidente Lula, que é um apaixonado por futebol e certamente vai querer acompanhar os jogos da seleção brasileira. E ficaremos honrados com a sua presença para ser mais um torcedor a incentivar o time na competição", disse Marin, em nota divulgada pelo site da CBF, no qual também aparece em foto ao lado de Lula e de Marco Polo Del Nero.

O cartola também aproveitou o encontro desta quarta-feira para presentear o ex-presidente com uma réplica da camisa azul com a qual a seleção brasileira derrotou a Suécia por 5 a 2 na final da Copa de 1958 e conquistou seu primeiro título mundial. "Certamente o Lula tem lembranças daquela conquista, que todos nós brasileiros acompanhamos pelo rádio. Portanto, é mais do que justo que ele tenha agora uma camisa daquele título", afirmou Marin.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.