José Telles sonha com o pódio na SS

Além de Marílson Gomes, outra esperança brasileira na Corrida de São Silvestre é José Telles. O piauiense de 34 anos garante que a conquista da Maratona de São Paulo (42,195 km), em abril, deu mais fôlego para a prova de rua mais importante do ano (de 15 km), que acontecerá neste sábado, nas ruas de São Paulo. Para chegar ao pódio da São Silvestre, José Telles chegou a correr 25 km por dia durante os treinos. ?Fiz várias corridas para pegar ritmo de prova e consegui uma avaliação positiva na Corrida de Campinas, onde fui primeiro lugar. Conto com este bom momento para fechar 2005?, revelou.José Telles está preocupado com a legião de mais de 20 africanos que vai disputar a São Silvestre e chega como favorita. ?Vou tentar acompanhar o ritmo da legião africana até a Consolação e depois vou acelerar. Se estiver junto com eles na Brigadeiro, vou para cima. Meu objetivo é chegar entre os dez primeiros, mas vou buscar a vitória a cada passada?, avisou.Sobre os adversários brasileiros, José Telles aponta: ?O Marílson Gomes é o que mais tem chance de vencer e eu estarei colado nele. Em 1998 fui sétimo colocado e quero melhorar essa posição.?O fundista seguirá o mesmo ritual de todos os anos para a disputa da São Silvestre. ?Vou para o hotel na quinta-feira à tarde e fico com os pés para cima, em repouso absoluto. Na sexta-feira, faço um trote de cerca de 30 minutos e volto a descansar bastante. No sábado, vou tomar um excelente café da manhã, depois almoçar bem e me hidratar o dia todo?, contou.José Telles é ex-operador de empilhadeiras e segue na vice-liderança do ranking brasileiro de corrida de rua, com 40 pontos, atrás de Paulo Alves, que tem 47.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.