Judô brasileiro fica fora do pódio no 1.º dia em Grand Slam de Tóquio

Felipe Kitadai, Breno Alves, Sarah Menezes e Erika Miranda não tiveram bom desempenho

AE, Agência Estado

09 de dezembro de 2011 | 11h16

TÓQUIO - Os lutadores brasileiros terminaram o primeiro dia do Grand Slam de Tóquio, a penúltima competição da atual temporada no circuito mundial de judô, fora do pódio. Nesta sexta-feira, Felipe Kitadai (até 60 kg), Breno Alves (até 60 kg), Sarah Menezes (até 48 kg) e Erika Miranda (até 52 kg) competiram, mas não tiveram bom desempenho.

Breno Alves foi o único judoca brasileiro a conseguir uma vitória em Tóquio. Ele derrotou o canadense Charles Breton-Leduc por ippon na primeira rodada. Na fase seguinte, porém, perdeu por ippon para o japonês Hirofumi Yamamoto, o que provocou a sua eliminação.

Todos os outros brasileiros perderam na primeira luta. Felipe Kitadai foi superado na estreia pelo sul-coreano Won Jin Kim, na decisão dos árbitros, Sarah Menezes foi derrotada por ippon pela japonesa Tamami Yamazaki, enquanto Erika Miranda perdeu, também por ippon, para a russa Natalia Sinitcyna.

Principal potência do judô, o Japão aproveitou a condição de anfitrião e dominou completamente o primeiro dia do torneio. O país faturou a medalha de ouro nas quatro categorias disputadas nesta sexta-feira, além de ter faturado duas pratas e quatro bronzes.

O Grand Slam de Tóquio, que conta pontos para o ranking que definirá os judocas classificados para a Olimpíada de Londres, vai até domingo. No sábado, o Brasil será representado por Rafaela Silva (até 57 kg), Bruno Mendonça (até 73 kg), Flávio Canto (até 81 kg) e Leandro Guilheiro (até 81 kg), Tiago Camilo (até 90 kg) e Hugo Pessanha (até 90 kg).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.